Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Prometo que faço! (Espécie de desafio)

(Iniciar 2013 com um frasco vazio e preenche-lo com pequenos bilhetes sobre as coisas boas que nos vão acontecendo. Na véspera de Ano Novo, esvaziamos o frasco e vemos quantas coisas maravilhosas nos aconteceram.)
Não é uma ideia gira? Concerteza assim iremos aperceber-nos que afinal também nos acontecem coisas boas. Vale tudo, por mais pequenas que as coisas nos pareçam ser. 
Eu até já sei que frasco vou usar e também já decidi que os meus bilhetinhos vão ser coloridos. Quem alinha comigo? Na véspera do Ano Novo 2014 portanto, abríamos o frasco (e só mesmo nessa altura, não vale antes!), contabilizávamos as coisas boas e recordavamos o que de bom nos tinha acontecido... Que acham? :)

Sobre o meu Lovely Things.

Dei uma volta ao meu Lovely Things. A verdade é que o blog tem ficado um pouco de lado e tenho dinamizado mais o facebook.

 

Acabei de lançar uma página nova do perfil do Lovely Things no facebook. Penso que é mais simples fazer um "gosto" do que estar a pedir amizade.

E é aqui que estão muitas das coisas que tenho feito mas ainda faltam algumas que não estão fotografadas. E ainda faltam concretizar outras que tenho na cabeça.

 

Quem passa por aqui, mesmo sem comentar, pode sempre dar uma espreitadela aqui:

(clicar na imagem)
º
Quem quiser e lhe apetecer, basta chegar ao botãozinho do "gosto" e carregar. Vão começar a haver surpresas e dinamizações. Não percam!
m
Entretanto, vou ser patrocinadora de um desafio muito giro intitulado "As Amantes do Verão", dinamizado pela Turista e pela Scarlet Red.
b
Quem quiser participar no desafio, apresse-se pois o tempo urge! E eu acho que ninguém vai querer perder este desafio. Cusquem lá os blogues para saberem mais... :))))))

Miminho aceite e cumprido!

Há algum tempo que a querida Susie de Sonho me tinha presenteado com este selinho. Mas como tinha de escrever uns factos aleatórios sobre mim e a inspiração anda na mó de baixo (ou há tantos factos para referir que nem fui capaz de escolher..), só agora reuni as condições para o fazer.

 

De acordo com as regras, tenho de mencionar 5 factos aleatórios sobre mim. Então cá vão:

 

1. Adoro meter o dedo na massa dos bolos e provar;

2. Tenho a mania de contar coisas (padrões, sequências, cores, escadas);

3. Faço figas com os dedos distraidamente;

4. Adoro inventar nomes carinhosos para quem me é mais próximo (ou para os meus bichinhos);

5. Quando era miúda não comia ou bebia em pratos (e talheres) e copos que não fossem meus. sempre fui "nojentinha" mas agora tou ligeiramente melhor... ligeiramente!

 

Este selo/desafio deve ser passado a cinco blogues com menos de 200 seguidores. Como não me vou dar ao trabalho de contar seguidores, vou atribui-lo Vou ignorar essa parte dos seguidores e oferecê-lo às seguintes pessoas:

 

- À minha querida amiga Lua;

- À minha querida amiga Tsuri;

- À minha querida amiga Cantinho da Casa;

- À divertida e bem disposta Trocatintas;

- À paciente Momentos Disparatados.

 

 

Saudade. (dia 31)

 

Saudades Saudades! Sim.. talvez.. e por que não?...
Se o sonho foi tão alto e forte
Que pensara vê-lo até à morte
Deslumbrar-me de luz o coração!

Esquecer! Para quê?... Ah, como é vão!
Que tudo isso, Amor, nos não importe.
Se ele deixou beleza que conforte
Deve-nos ser sagrado como o pão.

Quantas vezes, Amor, já te esqueci,
Para mais doidamente me lembrar
Mais decididamente me lembrar de ti!

E quem dera que fosse sempre assim:
Quanto menos quisesse recordar
Mais saudade andasse presa a mim!

Florbela Espanca, in "Livro de Sóror Saudade"

 

 

Sedução. (dia 30)

A sedução da mulher começa com a sua aparência física. Uma pele bem cuidada, olhos bonitos, brilhantes, cabelos sedosos, corpo elegante, atraem os olhares e a admiração masculina. Para que esses olhares e essa admiração, porém, não se desviem decepcionados, é preciso que outros fatores, muito importantes, influenciem favoravelmente, formando o que poderíamos chamar a “personalidade cativante” da mulher.

A alegria, a delicadeza e a feminilidade nos gestos, nas atitudes, nas palavras, por exemplo. Uma criatura alegre predispõe sempre os outros à simpatia, desde que não seja uma alegria ruidosa ou vulgar. A moça tristonha, desinteressada de tudo, de ar doentio ou entediado, aborrece sempre aos homens. E eles fogem dela como de um castigo.

A feminilidade é outra qualidade positiva. Muitas mulheres modernas adotam atitudes masculinizadas, palavreado grosseiro, liberdade exagerada de linguagem ou de maneiras, e julgam que isso é bonito, que vão encantar os homens. Engano. Até hoje não consegui um só homem que não confessasse preferir a feminilidade a todas as demais virtudes da mulher.

Outro fator de sedução é a personalidade. Não a personalidade que se impõe aos gritos e com exigências, mas uma personalidade que forma ao lado da de seu companheiro, ajudando-o, incentivando-o, compreendendo. Nunca diminuí-lo, nunca recriminá-lo porque não é brilhante, não é rico ou atraente como outros que conhece. Uma personalidade formada de um pouco de vaidade, um pouco de coqueteria, um pouco de malícia risonha, um pouco de ternura, um pouco de abnegação. E muito, muito de feminilidade.

 

Clarice Lispector, in Correio Feminino – Aulas de Sedução

 

 



Look (dia 29)

set1

E este é o meu look. Definitivamente, é mesmo a minha cara: tem duas das minhas cores favoritas, o azul e o castanho chocolate, mala de viagem jeitosa para atafulhar tudo lá dentro e mais alguma coisa, a sabrina pois os saltos não querem nada comigo, um anel irreverente para dar o motivo divertido, um gloss em tom coral mas que fica natural (penso eu que este assim será) e a unha num tom coral que também se usa!
Aprovado?
{#emotions_dlg.sarcastic}

Medo. (dia 25)

p
Um dos medos que tenho é do escuro. Sempre tive. Mas não tenho medo da noite. O escuro de que tenho medo é daquele em que nós estamos dentro de casa e não vemos um palmo à frente do nariz. Faz-me confusão não perceber o que se passa à minha volta, e nem consigo dormir de persianas cerradas. Preciso mesmo de um raio de luz para me conseguir orientar.